16358538038008262354

Deveria ter sido um típico media day em Boca Raton, Flórida, na manhã terça-feira, quando o peso-médio Vitor Belfort se reuniu com a imprensa para discutir a trilogia contra Dan Henderson, que acontece em 7 de novembro em São Paulo. Foi quando Ben Carson apareceu.

“Eu fiquei tão feliz de encontrar um cara como ele”, disse Belfort sobre a visita do pré-candidato presidencial do partido republicano em sua academia no sul da Flórida. “Ele é verdadeiro.” Ingressos à venda para o UFC São Paulo Belfort admira Carson há muito tempo, e está pensando em votar nele na eleição 2016 caso vire o candidato de seu partido. Depois que as equipes do lutador e do ex-neurocirurgião falaram, falou Carson, pouco antes de ele se dirigir ao Colorado para o segundo debate presidencial na quarta-feira. “Nós admiramos um ao outro, e eu acho que ele representa um nível de liderança que não tem dívidas”, disse Belfort. “O problema de toda a liderança sempre foi ‘o que eu tenho para fazer para as pessoas as quais devo favores?’ Eu acho que ele não deve nada a ninguém. Ele só tem uma visão, uma paixão, e eu acho que as pessoas se conectam a ele por causa disso. Simplicidade é sempre melhor.” Mas e o ex-campeão meio-pesado do UFC? Aos 38 anos, será que a política está em seu futuro? “A vida é política”, riu o lutador. “Ter três crianças em casa e escolher um restaurante para comer às vezes pode ser como lidar com democratas e republicanos. Você precisa encontrar o que é melhor no geral. As pessoas precisam de oportunidades, elas não precisam de um cheque, e nós precisamos criar oportunidades.” Assine o Canal Combate e não perca nenhum detalhe do UFC Belfort acredita que Carson é o homem certo para a tarefa, e apesar de a conversa ter sido boa para quebrar a monotonia do media day, o Fenômeno está completamente focado na conclusão de sua trilogia com Henderson na próxima semana. “Nada é uma distração”, disse ele. “Foi uma experiência de vida. Não é todo dia que você encontra um cara como ele. Se você ler a sua biografia, você vê um homem que veio do nada e que tinha todas as desculpas do mundo para se tornar um outro cara na periferia, mas ele fez o seu caminho. Ele é muito bem sucedido no que faz, salvou a vida das pessoas, e mudou a vida das pessoas.”